Pericia Psicológica no contexto forense e jurídico – Avaliação de Prejuízos Psicológicos

Na avaliação diagnóstica e na pericia psicológica dentro do contexto jurídico e forense, entre outros, procura identificar os prejuízos caraterizado por aspectos físicos e psicológicos a que foi submetido o sujeito, vitima de um fato ou evento traumático ou ao longo de um processo de adoecimento que impõe o dano.

Os prejuízos considerados na pericia psicológica podem ser analisados pelas relações entre os aspectos que fazem parte de deteriorizações das condições físicas e psicológicas na caracterização do dano físico e psicológico, associando-os em termos da evolução de indicadores, sintomas e incapacidades.

Esses danos considerados na pericia psicológica podem estar relacionados aos danos físicos correspondentes:
- Desconforto físico, necessidade de realização de esforços localizados geradores de microtraumatismos
- Limitações e dificuldades de realizar determinados gestos, deslocamentos e posturas
- Disfunções orgânicas, fadiga muscular, distúrbios músculo-esqueléticos associados a quadros álgicos agudos e crônicos
- Incapacidade parcial, total ou definitiva nas atividades habituais de trabalho anteriormente realizadas.

Danos Psicológicos associados e focados na pericia psicológica forense que comprometem o bem-estar psicológico:
- Desconforto psicológico, constrangimentos, irritabilidade, manifestação de insatisfação pessoal e com o que acontece no entorno.
- Alterações perceptivas, ou seja, atenção, memória, concentração, labilidade emocional, constrições afetivas e relacionais.
- Indicadores psicopatológicos, fadiga emocional, estresse, perda de autonomia e dificuldades para reagir e superar sintomas.
- Exaustão emocional, síndrome de burnout, tra nstornos de personalidade e de comportamentos, inapetência para condutas sociais, afetivas e de trabalho anteriormente realizadas.

Estes indicadores mencionados devem ser focalizados na pericia psicológica forense e jurídica na atenção aos comprometimentos do sujeito e na conclusão do laudo pericial para efeitos legais e de direitos.

Veja mais sobre Psicologia Forense e Jurídica, veja ainda sobre Pericia Psicológica e avaliação diagnóstica no contexto forense.

Acesse a categoria Psicologia Forense ou os ícones deste post

Ref. Cruz, R.M.; Maciel, S.K.; Ramirez, D.C. (Orgs.). O trabalho do psicólogo no campo jurídico. Ed. Casa do Psicólogo, São Paulo, 2005

Post a Comment

Spam protection by WP Captcha-Free