Distúrbios do Sono – Distonia Paroxística Noturna – Paralisação ao acordar

Este distúrbio do sono é caracterizado por ocorrência de posturas distônica durante o sono ou no despertar. A pessoa se sente paralisada ao acordar, com o corpo rígido.

 

Estas posturas distônicas podem ser de curta duração, variando de 15 a 45

segundos, ou podem durar até 60 minutos ou mais.

 

Nestas distonias pode ocorrer a rotação da cabeça e do tronco, com extensão ou flexão dos membros. Estes distúrbios podem se relacionar com epilepsia durante o sono.

 

Nestas ocorrências o paciente abre os olhos e pode haver uma discinesia do tipo balismo ou coréico e vocalização, podendo acontecer gritos.

 

A pessoa apresenta rigidez de extremidades, automatismos, sentando na cama, adquirindo posturas anormais e sensação de pânico, porém com preservação da consciência.

 

Esta crise distônica paroxística normalmente tem início na infância ou na adolescência

 

São presentes durante o sono NREM, principalmente durante o estágio 2, ou durante o sono

de ondas lentas.

 

Parecem ser decorrentes de foco epiléptico frontal, principalmente as formas de curta duração, embora no EEG não se observem descargas epileptiformes, ocorrendo somente a dessincronização da atividade elétrica cerebral.

 

Estes episódios distônicos podem ser precedidos de curta apnéia central.

 

Uma das indicações medicamentosas é feito com carbamazepina, porém deve ser investigada possível causa emocional subjacente.

Veja mais sobre distúrbios do sono, insônia, pesadelos, sonolência excessiva, distonia paroxística noturna, dificuldades de dormir, crises epilépticas durante o sono, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

  1. 19 Responses to “Distúrbios do Sono – Distonia Paroxística Noturna – Paralisação ao acordar”

  2. Prezado Joel,

    Depois de um acidente de carro passei a sofrer de epilepsia noturna. Fiquei com uma cicatriz discreta, porém epleptogenicamente ativa, no lóbulo frontal esquerdo. No primeiro ano após o sinistro, não sofri nenhum sintoma decorrente da cicatriz, exceto um leve aumento na intensidade da minha dislexia. Um ano após, comecei a sofrer episódios de epilepsia noturna: ao despertar ouço um barulho metálico muito alto e tenho paralisia, que duram no máximo 20 segundos. Estou tomando hidantal, que parece ter contido as crises. Me chamou atenção a parte em que você fala de fator emocional subjacente. Você pode me explicar melhor? Fiquei curiosa pois, depois do acidente, fiquei meio claustrofóbica. Ontem fui a um aniversário que era em um subsolo e o teto era muito baixo. Passei muito mal achando q o teto ia cair e hj tive uma crise moderada. Você acha que tem alguma relação?
    muito obrigada!!!

    Larissa

    By Larissa on Dec 19, 2009

  3. Caro Joel,

    A uns 4 dias está ocorrendo algo bem estranho nos primeiros segundos quando acordo, simplesmente sinto uma paralisia no olho esquerdo, ele não abre durante uns 10 segundos e esse tempo é suficiente para eu entrar em pânico, pesquisando na internet cheguei a esse post e como sou uma pessoa ansiosa e durmo muito mal, gostaria de saber se eu sofro de Distonia? sinceramente estou muito preocupado e nao disse nada a minha família para nao preocupa-los.

    Aguardo resposta.

    Att,

    Ricardo Gomes

    By Ricardo Gomes on Jan 22, 2010

  4. Bom dia Joel!

    Tenho exatamente estes sintomas. Começou na adolescencia, quanto tinha aproximadamente 14 anos e ocorrem até hoje que estou com 27. Não ocorrem com muita frequência, posso dizer que ocorrem a cada 3 meses. De uns anos para cá elas ocorrem quando estou com um nível de stress muito alto, sempre um ou dois dias depois de eu ter bebido álcool. Nos últimos meses elas têm ficado mais longas e mais fortes, tenho espasmos mais violentos. Uma coisa que me aterroriza é a presença de alucinações, não sei se é pela confusão mental que acontece no momento ou se isso faz parte dos sintomas, pois qualquer objeto pode se transformar em qualquer coisa e eu só consigo identificar o objeto quando tudo termina. Já fui a alguns médicos neurologistas e nenhum deles conseguiu diagnosticar o problema através de exames, apenas citaram o problema e disseram que é uma parassonia que foi descoberta recentemente e que não existe um tratamento específico, e que eu teria que me acostumar com isso por enquanto ou talvez tomar remédios pelo resto da vida.

    Obrigado!

    Veberson

    By Veberson on Jan 26, 2010

  5. Não consegui descobrir o comentário do meu problema. Sou funcionária pública mas ando com problemas sérios de sono, isto é sendo eu estudante do curso pós laboral, kuando fico sentada na sala de aulas fico o tempo todo sonecando, chegando até a dormir na sala. mas quando regresso a casa e durmo é por apenas 1h e fico acordada até de manhã. O meu desejo é saber se esta doença é grava o que posso fazer para resolve-lo pois não consigo produzir na escola

    By Carmina on Jul 12, 2010

  6. Boa-Tarde Joel,
    A minha filha começou com as crises com 9 anos e o que dava para se perceber é que ela era uma criança muito brava chegava até a bater a cabeça no chão ou em outro lugar que desse para ela bater, e já foi constatado que tem epilepsia e só dava durante o sono, já deu uma vez ela acordada mais foi no rosto dela e fraca, mais quando é dormindo as crises são fortes e fico morrendo de medo de dar durante a noite e eu não ver e ele morrer, corre esse perigo, durante a noite que eu vi ela comessou a emitir um som com a límgua, então o meu marido acordou, e outras vezes e durante o dia que ela cochila e dá a crise e aconteceu de ela não fazer barulho.
    Me dá uma palavra de conforto

    By denize on Jul 12, 2010

  7. Por favor! Me dêem uma resposta…
    Tenho um bebe de seis meses, e percebi a duas semanas que toda vez que ele acorda seja de qualquer sono, dia ou noite, ele tem umas reações estranhas do tipo: abre os braços, e a cabeça desequilibra e também encolhe os pés como se estivesse com medo de cair, repete esse movimento por cinco vezes e sai uma lágrima dos olhos, parece que acorda muito assustado, mas o que me preoculpa é o fato de ele não conseguir equilibrar a cabeça durante essas crises ele joga com força a cabeça pra frente. por favor me ajudem, o pediatra me disse que ele émuito bebe para fazer um exame mais eec, o que faço?

    By lucilene on Feb 21, 2011

  8. Boa noite,por favor me dê uma luz pois há 6 anos comecei c uma depressão e c uns mov involuntários,uns 2 messes depois fui ao neuropsiquico e comecei o tratamento qto a depressão foi ajustando as doses gradativamente e qto aos mov involuntários nenhum rémedio foi eficaz alguns até pioravam os movimentos,por fim diagnosticaram distonia paroxistica idiopatica ou tambem psicogenica,fui submetido a varios exames incl.resonancia do cerebro e nada,qto as crises em media são quase trinta ao mes com ou sem emoção e dura por tpo indeterminado ou eu consigo dormir e aí passa ou vou p emergencia tomar diazepan e fenergan até q logo passa.na crise a minha cabeça inclina p frente e o corpo treme sem parar diminui minha marcha e a coluna fica curva ao passar a crise volta tudo ao normal fora as dores e nunca perdi a lucidez por não está tendo nenhuma saída eu imploro q dê bastante atenção ao meu caso q é super desagradavel tenho 53 anos tomo 60mg de paroxetina e 2 mg de rivotril diariamente q só ameniza a depressão e para as crises nada.SERÁ Q PARA DIAGNOSTICAR Q É IDIOPATICA TERIA Q DAR ALGO EM MEUS EXAMES?já lee sobre o assunto e achei q não é por aí,por favor envie uma resposta consistente,pelo o amor de DEUS.Obrigado francisco(e se souber de casos semelhantes por favor me informe)

    By francisco moreira on Jul 6, 2011

  9. Meu sobrinho de 9 anos acorda no meio da noite gritando,falando coisas sem sentido e qd vai recobrando a lucidez fica muito assustado dizendo que ta com muito medo. Qd presenciei esse fato ,procurei agir com calma,falando baixo,tranquilizando-o,colocando para dormir em minha cama. Na manha seguinte perguntou pq acordou em minha cama demonstrando não se recordar do ocorrido. Os pais acharam que a solução seria proibi-lo de jogar ps. Eu acho que seria nescessario uma consulta com um profissional mas nõa sei de que área. Pode me orientar?

    By Marli on Feb 29, 2012

  10. bom no meu caso não acontece durante o sono e sim antes de eu dormi eu percebo o momento que vai acontecer pois segundos antes sinto um grande calafrio na minha coluna.

    By evandro costa do rosario on Aug 3, 2012

  11. eu tenho paralisia do sono e, é horrivel,dezesperador me acontece quando estou dormindo me acordo sem ar e sem voz parece que vou morrer sem poder respirar é uma sensação horrivel me acontece quase toda noite já aconteceu de voceis ficarem sem poder respirar e sem voz parece que tão te asfexando é terrivel,assustador agora estou tomando um medicamento e, está resolvendo é um anti- depressivo estou bem

    By roberta on Aug 16, 2012

  12. ola roberta vc póderia me enviar o seu email para podermos debater sobre o assunto.
    o meu é evandrofanpame@gmail.com

    By evandro costa do rosario on Sep 18, 2012

  13. Eu gostaria de ter outra opinião sobre uma coisa esquisitissima que ocorreu comigo em junho desse ano. Estava me masturbando quando minha mão direita fechou, tentei abri-la mas não consegui e não estava mais sentindo ela, um tipo de formigamento, até que essa sensação espalhou pelo corpo inteiro até chegar na minha cabeça, quando gritei por ajuda. Minha mãe e meu pai disseram que foi um grito abafado e horrível, pensei que estava morrendo. Começou a escurecer pelos cantos dos meus olhos e ai, creio eu, desmaiei. Esse episódio voltou a se repetir agora em agosto/13 só que durante o sono. Despertei e minha mão estava estranha, toda flexionada de um jeito esquisito (cada dedo de um jeito) ai senti a mesma sensação, só que dessa vez só na mão. Nessa última não houve grito. Esperaria que alguém pudesse me dar uma ajuda. A neuro não descartou convulsão, mas eu não babei, nem urinei e fique consciente durante todo o processo. Mordi minha língua em ambos os casso, na primeira vez foi pior e na segunda mais leve.

    By Lucas L. on Aug 22, 2013

  14. Por favor sera que pode me ajudar? Hoje pela manhã acordei estava me arrumando para ir a escola, e ai meu irmão chegou devagar na cozinha(ele estava vindo da rua mas n estava esperando pois ele tem a sua chave e sempre entra e vai para o quarto)e quando eu o vi eu me assustei, abri a boca pensando em falar algo para ele, mas de repente tudo que consegui fazer foi gritar e sair correndo para o meu quarto, ele levou um susto com o meu grito e tambem gritou, ele disse que chamou meu nome, mas não me lembro de ter olvido, a minha irmã tbm disse que eu abaixei perto dela, mas tbm não me lembro de ter feito isso depois do ocorrido eu fiquei quase uma hora tremendo e com a imagem dele na cabeça….n sei o que pode ter ocorrido mas isso nunca aconteceu comigo e estou muito assustada, tenho 17 anos.

    By gleisiane on Nov 29, 2013

  15. Essa noite aconteceu isso dnv cm meu sobrinho mais acontecr todas as noites acho que a melhor forma eh benzendo mesmo ele eh muitto agitado de dia e todas as noites acontece isso nao eh normal!

    By Murilo on Feb 14, 2014

  16. Bom dia!!!

    Eu queria saber sobre um disturbio que tenho a noite, mais não é todos os dias, ás vezes, eu vou dormir, e de repente e acordo dando um grito horrivel, assusto a minha familia, então tomo copo d´água e depois volto dormir, como não tivesse acontecido nada.

    By sonia frança on Feb 25, 2014

  17. Bom dia

    Eu tenho um problema de sono , mas não está relacionado com Parelesia, eu simplesmente acordo e falo para alguém coisas que naquele momento quando estão a ser ditas parecem fazer sentido mas no dia seguinte não percebo o porque de ter dito essas coisas , mas lembro-me de as dizer

    By Catarina on Apr 13, 2014

  18. A uns 30 dias está ocorrendo algo bem estranho nos primeiros segundos quando acordo, simplesmente sinto uma paralisia no olho esquerdo, ele não abre durante uns 10 segundos. o que pode estar acontecendo???
    por gentileza envie resposta para meu email.

    By Dalva on May 27, 2014

  19. Minha volta e meia acorda de madrugada gritando de forma horripilante, dizendo que ia morrer sem ar e sai correndo e é mais ou menos quase uma hora depois de deitar-se para dormir, algumas vezes aconteceu duas eventos como esse na mesma noite, quase tenho um infarto quando isso acontece principalmente pq na maioria das vezes ainda estou acordado e a casa está em total silêncio imagina o susto que o meu pai que dorme do lado leva. Será que pode ser um caso de Distonia Paroxística Noturna?

    By Heitor on Jul 6, 2014

  20. Minha mãe volta e meia acorda de madrugada gritando de forma horripilante, dizendo que ia morrer sem ar e sai correndo e é mais ou menos quase uma hora depois de deitar-se para dormir, algumas vezes aconteceu duas eventos como esse na mesma noite, quase tenho um infarto quando isso acontece principalmente pq na maioria das vezes ainda estou acordado e a casa está em total silêncio imagina o susto que o meu pai que dorme do lado leva. Será que pode ser um caso de Distonia Paroxística Noturna?

    By Heitor on Jul 6, 2014

Post a Comment

Spam protection by WP Captcha-Free